sexta-feira, 29 de outubro de 2010

"A VIDA SE ME É"


Gerana Damulakis

Digo e repito estas palavras escritas por Clarice Lispector. Elas moram em mim.

(...) como poderei dizer senão timidamente assim: a vida se me é. A vida se me é, e eu não entendo o que digo. E então adoro.
- - - - - - - em A Paixão segundo G.H.

Ilustração: Números e constelações em amor com uma mulher, de Miró.

2 comentários:

Rayuela disse...

Tengo un libro de Clarice por leer...creo que lo empezaré ya.
Deliciosa la cita elegida.

besos*

Bípede Falante disse...

É um conforto não entender o que se diz de vez em quando, quando esse não entender vem carregado de um grande sentir.
bjs