sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A COISA MAIS INÚTIL DO MUNDO



A mais inútil coisa deste mundo é o arrependimento, em geral quem se diz arrependido quer apenas conquistar perdão e esquecimento, no fundo, cada um de nós continua a prezar as suas culpas.
José Saramago in O ano da morte de Ricardo Reis



Ilustração: Maurits Cornelis Escher, Auto-retrato.

2 comentários:

Rayuela disse...

Saramago,uno de nuestros grandes amores literarios...
me gustó mucho la ilustración.

besos*

Bípede Falante disse...

É verdade :)