sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

CLARICE LISPECTOR (10/12/1920 - 09/12/1977)

(...) como poderei dizer senão timidamente assim: a vida se me é. A vida se me é, e eu não entendo o que digo. E então adoro.- - - - - - -
em A Paixão segundo G.H.

7 comentários:

Jefferson Bessa disse...

Gerana, sabe que levo comigo essas frases finais de "A paixão.." desde que li a primeira vez na minha adolescência?!! Lindo.
Sempre bom visitar esse blog.
Um abraço.
Jefferson.

João Renato disse...

Em geral, não me interesso pela literatura dela.
Mas acho que Clarice tem algumas frases incríveis.

Ana Tapadas disse...

Linda homenagem, numa citação escolhida por quem lê com primor e encara assim a vida, também. Há frases que são lemas...

Beijo

Henrique Pimenta disse...

não sou um clariciano
mas adoro boa literatura

cl é boa

Assis Freitas disse...

uma voz altíssima,



abraço

sam rock disse...

Clarice Lispector es para un claro referente de la mejor literatura brasileña del siglo XX, con vocación de modernidad, desde que leía hace mucho tiempo Cerca del corazón salvaje.

Un abrazo

Olinda Melo disse...

Clarice Lispector, inesquecível!
Leio amiúde os seus poemas e neles encontro sempre motivos de reflexão.

Obrigada.

Desejo-lhe Um Bom Natal, Leitora Crítica.

:)

Olinda