quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

SOBRE A CEGUEIRA



Gerana Damulakis

Hoje, 29 de janeiro, comemoram aniversário: o escritor Flamarion Silva e eu. Costumo chamar Flamarion de meu afilhado literário. Chamo assim a todos os que tiveram livros publicados na Coleção Selo Letras da Bahia, da Fundação Cultural do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura e Turismo e EGBA, quando fiz parte da comissão editorial por 8 anos. É imensa a satisfação quando constato como meus afilhados e afilhadas literários seguiram escrevendo, crescendo, realizando seus sonhos. Sem ser piegas (eles sabem), a realização acaba sendo minha também.

Parabéns pelo seu dia, Flamarion: comemore muito com sua Graça e os seus queridos filhos. Segue um miniconto de Flamarion Silva, autor de O Rato do Capitão (Secretaria da Cultura e Turismo, EGBA, 2006 - Coleção Selo Letras da Bahia, v.108) e de O Pescador de Almas (no prelo, selecionado no edital da Fundação Pedro Calmon).

SOBRE A CEGUEIRA

-----------------Flamarion Silva

Diz Kafka:
— É verdade que não se pode dormir e sonhar sem se fechar os olhos. Mas não é estranho ver por aí tanta gente dormindo e sonhando de olhos abertos?
Dostoiévski responde:
— Se se tapasse a boca com a mão, a que sufoca, nem por isso, decerto os olhos saltariam, não de susto, mas de evidente denúncia, como se eles fossem uma boca e falassem.
Saramago encerra:
Um homem entrou em sua toca a esgueirar-se pelas paredes. A luz, acesa, imediatamente foi apagada.
— Ora, mas quem ousou acender a luz? reclamou indignado. Será que todos não sabem que ela cega os olhos?
E, já mesmo sem seguir tateando, o homem adentrou rápido à sala. Depois, sentou-se no sofá, abriu o jornal e só aí, então, arregalando os olhos, procurou em algum lugar onde deixara os óculos.

24 comentários:

Lisarda disse...

Boa idéia, la de uma conversa verossímil...

Bípede Falante disse...

Gerana, se entendi, você também está de aniversário. Está? Se está, vivas a sua saúde e ao seu intelecto perfumado por boas ideias!!! Se não estiver, eu volto no dia certo e no mês certo, tá?
Beijo.
Make a wish.
Bípede

Gerana Damulakis disse...

É isso mesmo, Bípede. E obrigada pelos votos.

A Itinerante - Neiva disse...

Gerana,

Parabéns pelo seu aniversário e de seu amigo Flamarion.

Felicidades e votos de um ano de realizações e paz.

Beijos

Anônimo disse...

Para duas pessoas que me são caras só tenho a desejar felicidades: meu marido e a grande amiga que tive o prazer de ganhar.Beijos para ambos. Graça Brasil

Lisarda disse...

Gerana,desculpa-me que esquecí do início do postagem!(fiquei com el conto)Feliz aniversário e que os desejos se cumpram!

Carlos Vilarinho disse...

Parabéns... Orgulhoso de ser amigo dos dois e também afilhado seu...
Parabéns!

Flamarion disse...

Parabéns,minha amiga!Saúde e paz.Obrigado pela homenagem. Obrigado aos amigos, pelas felicitações.

Mai disse...

Desejo saúde e felicidades a ambos. O seu 'afilhado literário' é muito bom. A metáfora dos olhos que saltam como boca em denúncia, me deixaram com a imagem por muito tempo. Abraços e Parabéns!

aeronauta disse...

Parabéns, Gerana! Parabéns, Flamarion! Muita paz e literatura para os dois! Bjos.

maria guimarães sampaio disse...

Gerana, parabéns, felicidades mis hoje e sempre. Grandes e boas amigas minhas são aquarianas, minha mãe era aquariana. Beijos de Maria
PS. Parabéns também para Flamarion - pelo aniversário e pelo contito.

Gisele Freire disse...

Opa!
Que as bençãos divinas etejam em vc Gerana, que teu caminho seja abençoado por todas as forças do bem!
Dia feliz pra ti!
Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!
bj
Gi:)

P.S: Adoro o Kafka !

Assis Freitas disse...

Mil e um votos de tudo de bom e todas as coisas necessárias, e as desnecessárias que nos enchem a alma, para ti Gerana. E para teu amigo Flamarion.

Janaina Amado disse...

Gerana, parabéeeeens! Entrei no blog da Ana Tapadas, na linda homenagem que ela lhe presta, mas não cheguei a perceber que era seu aniversário! Tudo de bom neste ano que começa hoje para você, viu? Abraços.

Janaina Amado disse...

Ps: Ótimo, o texto do Flamarion.

Chorik disse...

Gerana, meus parabéns! Muita luz no seu caminho, hoje e sempre!

Bj

José Carlos Mendes Brandão disse...

Parabéns, Gerana. Viver é maravilhoso. Não precisamos dos milagres dos santos: viver é um milagre!
Eu celebrei mais um ano de milagre - de dom divino - ontem. Um dia a menos, diz Kafka. Um dia a mais, diz Dostoievski. Eu ergo a minha pedra na montanha, como uma taça: um brinde à vida!
Grande abraço.

glaucia lemos disse...

Parabéns, Flamarion, pela aniversário e pelo texto. Que a produção continue crescendo.
Parabéns, Gerana, que a nova idade seja tão pródiga em produções quanto as anteriores. Parabéns também a seu amado que, sei, aniversaria por agora um dia antes ou um dia depois da sua data. Isto é que é união! Beijo aos dois, aliás, aos três.

Ana Tapadas disse...

Parabéns Gerana! Parabéns também ao seu «afilhado».

Pedro disse...

PARABÉNS! Está tudo bem por aí? Então ótimo. Tudo de bom. Um beijo.

Marcus Vinícius Rodrigues disse...

Parabéns, Gerana. Muitas felicidades. Ótimo texto o de Flamarion. Parabéns a ele também!

Abraços!!!!!

Edu O. disse...

Gerana, parabéns atrasadíssimo. Bom te encontrar sempre e sentir tanto carinho. beijos

Ianê Mello disse...

Parabén atrasados à ambos!

Que texto interessante...muito bom!

Agradeço pela sua adesão ao meu blog e a convido a conhecer os outros que possuo.
É só clicar nos links da barra lateral e será direcionada para cada um deles.

Obrigada.

Beijos.

Nilson disse...

Gerana, parabéns, ainda que um pouco atrasados! Legal o texto de Flamarion!