domingo, 29 de novembro de 2009

PRESENTE DE GEORGIO RIOS


GIRASOL
-----------Georgio Rios

Para Gerana Damulakis

A flor do poema pede pássaros
Pede a música rara dos imensos temporais
Suas asas plásticas

(Seus solos)

Há música na flor do poema.
É possível ouvir os ventos
Invadirem os ouvidos,
leves...

Aqui , junto aos pardais,
é possível ouvir
o insistente silvar do vento
que anuncia:

Eis que vem Gerana
Com espadas de metáfora.

Georgio Rios tem o blog Modus Operandi (http://georgio-rios.blogspot.com/)

6 comentários:

dade amorim disse...

Que bonito, Gerana!
Muito bom de ganhar, não?
Principalmente quando bem merecido.

Beijo pra você.

Ana Tapadas disse...

Lindo! E merecido.
bj

glaucia lemos disse...

No corpo do poema! que legal! Adorei as espáduas de metáforas!

anna disse...

É verdade, vc já gosta de metáforas. Belo presente.

Maria Muadiê disse...

Massa!
Um beijo pra os dois.
M.

Fred Matos disse...

É um belo poema, uma homenagem merecida. Parabéns ao Georgio e também pra você, Gerana.
Beijos