domingo, 20 de junho de 2010

TRECHOS DE A VIAGEM DO ELEFANTE


Quase apenas um par de frases de A viagem do elefante (Companhia das Letras, 2008), de José Saramago:

Como já deveríamos saber, a representação mais exata, mais precisa, da alma humana é o labirinto. Com ela tudo é possível.

A vida, porém, tem muitas cartas no baralho e não é raro que as jogue quando menos se espera.
José Saramago


Ilustração: Rafal Olbinski para Don Giovanni.

6 comentários:

Rayuela disse...

leer a Saramago es leer la más absoluta de las verdades, creyendo que leemos ficción.

besos,Gerana*

Assis Freitas disse...

labirinto, eis uma bela representação,


abraço

CAROLINA CAETANO disse...

Gerana, que doce homenagem esses posts a Saramago.
Também me sinto muito triste e diante de nenhuma palavra minha.
Eu não gosto que as pessoas morram, quando alguém morre, o mundo acaba inteiro dali. Ainda mais agora, me entristece, que morre um homem e se acaba o mundo ali onde tal homem o inventou de si.
Enfim. Quando eu disse que é doce a sua homenagem, é porque há que adoçar mesmo.
Abraço!
Carolina.

Bípede Falante disse...

Quando pouco mais que um bebê, na escolinha, o meu pequeno bípede, na homenagem do dia das mães, disse para mim que o seu amor era do tamanho de um labirinto e escreveu a frase em um cartazinho que guardo feito o tesouro que realmente é. A alma humana é mesmo um caminho inexperado, inexato e, às vezes, insuportável.
Vamos ter de esperar bastante até que outro Saramago nos encontre.

Juan Moravagine Carneiro disse...

Confesso que este nõa conhecia...

Suas visitas ao Rembrandt são sempre um privilégio para mim...

abraço

glaucia lemos disse...

E como a vida tem cartas! Como tem baralhos e mais baralhos e os traz nas mangas sempre no intúito de nos ganhar e nos cobrar apostas que não raras vezes não fizemos! Que parceira difícil e traiçoeira é a vida! O eterno Mago bem sabia das coisas, não fosse ele o vidente que dizem ser todos os escritores com seus mundos literariados. E alguns bem especiais!