segunda-feira, 16 de novembro de 2009

NINGUÉM MEU AMOR

Foi através do blog Hiphergetto (está nos meus favoritos) do poeta e contista João Filho, que fiquei conhecendo o poeta português Sebastião Alba.
Procurei, então, na antologia Quinze Poetas Portugueses do Século XX, seleção e prefácio de Gastão Cruz (Assírio & Alvim, 2004), presente de um amigo que voltou de Portugal, mas não encontrei o poeta Alba.
João indica, na sua postagem, um site ótimo para quem gosta de poesia e foi de lá que ele retirou os poemas de Sebastião Alba. Escolhi “Ninguém Meu Amor”, habitante de mim desde a primeira leitura. GD

NINGUÉM MEU AMOR
Sebastião Alba

Ninguém meu amor
ninguém como nós conhece o sol
Podem utilizá-lo nos espelhos
apagar com ele
os barcos de papel dos nossos lagos
podem obrigá-lo a parar
à entrada das casas mais baixas
podem ainda fazer
com que a noite gravite
hoje do mesmo lado
Mas ninguém meu amor
ninguém como nós conhece o sol
Até que o sol degole
o horizonte em que um a um
nos deitam
vendando-nos os olhos.

Sebastião Alba nasceu em Braga, Portugal.

7 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Obrigada, João.

cduxa disse...

Lindo. Já está nos meus favoritos. Obrigada Gerana.

lírica disse...

Olá Gerana!
Gostei daqui, e adoro os poetas portugueses, não conhecia o Sebastião Alba.
Obrigada pela dica!
Lírica

BAR DO BARDO disse...

Gostei.

Silvana Nunes .'. disse...

Salve !
Estou por aqui dando uma espiada.
Muito obrigada por sua visita e por palavras tão carinhosas para com o meu trabalho. Volte mais vezes, FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Saudações florestais

pereira disse...

Visitei o site e li os demais poemas de Sebastião Alba. A poesia de língua portuguesa é extremamente preciosa.

Fanzine Episódio Cultural disse...

FANZINE EPISÓDIO CULTURAL

Meu nome é Carlos Roberto de Souza (como escritor meu pseudônimo é Agamenon Troyan). Sou editor do Fanzine Episódio Cultural, uma publicação sem fins lucrativos, distribuída gratuitamente em algumas Instituições Culturais, como: Cia Bella Artes (MG), PUC (MG), Casa das Rosas (SP), Instituto Moreira Salles (MG), UNIS (MG), Cultura Na Calçada (MG) e em breve no Museu da Língua Portuguesa (SP)

Escritores, poetas, contistas, jornalistas, artistas plásticos, enviando matérias de cunho cultural: Cinema, Teatro, Moda, Esporte, Livros, Curiosidades, Turismo, Música, Dança, Poemas, Crônicas, Folclore, Artes Plásticas... para serem publicados nos blogs e no formato impresso..


Obs: As matérias enviadas para o formato impresso não poderão ultrapassar de (MEIA FOLHA NO WORD /TIMES ROMAM /12).

Para o formato virtual (blogs do fanzine), o texto pode ser maior, sem restrições.

Instituições Culturais, favor entrar em contato se desejarem receber gratuitamente exemplares das próximas edições.

Contato:

Carlos Roberto de Souza
(35) 3295-6106 /residencial
(35) 3295-9211 /comercial após às 14hs
machadocultural@gmail.com

Links
BLOG
http://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com
www.myspace.com/tarokid2003
http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5139852101387050511

VÍDEO DO LANÇAMENTO DA MINHA (TREVISTA DO CINEMA Machadense)
http://www.youtube.com/watch?v=msoR2iUr-8M