terça-feira, 17 de novembro de 2009

2666

GD
Eu já li todos os títulos de Bolaño em português BR. Já escrevi aqui sobre Bolaño. Mas não aguentei esperar por 2666. A língua é a mesma, então a leitura será no volume da Quetzal.
Palavras? Páginas e páginas depois, direi.

3 comentários:

João disse...

Criou, no mínimo, curiosidade.
Particularmente nunca li ese sujeito, mas já fiquei com vontade de.

Ana Tapadas disse...

Força! Depois esperamos aqui a tua opinião...também sobre a leitura feita na variante nacional.
Beijinho

Ana Tapadas disse...

Volto para dizer-te que coloquei etiquetas no meu blogue, assim podes ler/ver tudo que tenho lá sobre Creta - algumas coisas foram escritas lá.
Outro beijo