sábado, 6 de setembro de 2008

4 VERSOS

Gerana Damulakis

Para ARC

Fica quieto um instante, fica assim:
para não espantar
a poesia que carregas
quando de mais nada te vestes.

4 comentários:

gláucia lemos disse...

Deve ser um Apolo! Quanta inspiração!

Gerana Damulakis disse...

Gláucia: eu me refiro ao momento quando só há a poesia, quando ele se despiu da prosa. Mas, indo pela sua leitura, ARC é realmente meu Apolo.

Nilson disse...

Legal essa poesia não-roupa. Sutil como deve ser!

tita coelho disse...

Gostei dessa demais... Queria conseguir escrever pouco e falar muito. Está muito linda a poesia!!!
Beijosssssssssssss