terça-feira, 16 de março de 2010

PARABÉNS PARA MANUEL ANASTÁCIO

Gerana Damulakis

O poeta Manuel Anastácio, do blog Da Condição Humana, está fazendo anos neste 16 de março. Um dos primeiros amigos que encontrei na blogosfera, sua poesia me encantou e encanta e a amizade virtual foi crescendo no mesmo passo que a admiração. Vale conferir no endereço, seu lugar não apenas para a poesia, também para suas indignações, pontos de vista acertados etc.
Manuel: tudo de bom para você, de coração.

GOSTO DE... ERVAS
-----------Manuel Anastácio

Em vez do ramo de flores
Que não te ofereço
Porque uma flor cortada
É um membro da terra decepado,
Ofereço-te um ramo de dores ardentes
Em amarelo iluminado.
São já tuas as flores
Em mim nascentes,
Porque em mim nada floresce
Que a ti não deva as sementes.


Dedicatória do poema: Para a Carla, como todos os poemas de amor que alguma vez escreverei. MA
18/ 10/ 2008
Ilustração: foto realizada por Manuel Anastácio.
Urze e Helianthemum nummularium. Monte do Merouço, Aldeia de Carreira, Sobradelo da Goma, Póvoa de Lanhoso.

10 comentários:

A Itinerante - Neiva disse...

Gerana,

Nuoossaaaa!!!!

Que lindo!!!!

Vou lá agora mesmo! :DD

Beijos

Anônimo disse...

Gerana, seria este poema do Manuel a minha escolha, também.
Há poemas que nos estruturam o coração e nos limpam o olhar.
Este é um e não há como contornar os laços que se criam com este Poeta.
Faço coro consigo: Parabéns, Manuel Anastácio!!

Maria Helena

dade amorim disse...

Mais um poeta da rede para conhecer, poemas para ler e curtir. Nunca são demais, os bons poemas.

Beijo pra você, Gerana.

Assis Freitas disse...

Mais uma voz a incorporar-se ao meu universo de descobertas neste espaço. Abraço.

Nydia Bonetti disse...

Vou correndo conhecer o blog, Gerana. Amei o poema. Parabéns ao Poeta! Abraços.

Ana Tapadas disse...

É lindo o poema. Vou conferir o link.
Beijinhos

Jefferson Bessa disse...

Que bacana, Gerana!
Gostei muito do poema. Parabéns!
Vou conhecer o blog.

Beijos.

Jefferson.

gláucia lemos disse...

Puxa!!! O parabéns desta vez é para a Carla. SEr amada com todas as possibilidades de amar que um homem revele é, sem dúvida, a glória de uma mulher. Para o aniversariante, que felicitei supondo que seria no dia 21, um novo abraço pelo 16. E todas as glórias também que o poeta merece.

Monica Loureiro disse...

Nossa que poesia linda !
Adorei !
Vim aqui através do Blog da Valéria....To precisando alimentar minha alma com coisas bonitas assim.....

Manuel Anastácio disse...

Gerana: obrigado pelo presente. Do fundo do coração.

Obrigado também a todos os leitores que têm a magnanimidade de ouvirem e fazerem eco das minhas palavras. Um profundo e sentido obrigado.