sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

NESTA DESMEDIDA

Kátia Borges



Há um poema aqui
nesta desmedida.
Sim, há um poema aqui
nesta desmedida.


Sem palavras, zen,
sem saber de sílabas.

Há um poema aqui, sim, nesta desmedida.



Kátia Borges publicou De volta à caixa de abelhas (Secretaria da Cultura e Turismo, FUNCEB, EGBA, 2001 - Coleção Selo Editorial Letras da Bahia). Visite seu blog, Madema K, entrada pelos meus favoritos, ou http://mmeka.wordpress.com/

7 comentários:

Luis Bento disse...

desconhecia esta poetisa...´ebem ineteressante!

anna disse...

Ela é ótima, sempre vou lá no blog Madame K.

Kátia Borges disse...

Oi,Gerana, obrigada. Nos vemos em breve, na próxima sexta, se Deus quiser. Beijo enorme e saudades.

Nilson disse...

Lírica desmedida! Dá-lhe, Kátia!

Nilson disse...

Lírica desmedida! Dá-lhe, Kátia!

Maria Muadiê disse...

Gerana, também sou fã da poesia de Kátia.

Anônimo disse...

Há um poema, sim, nessa desmedida.

Parabéns.

Também tenho um blog literário. Para conhecê-lo acesse

www.novaeleusis.blogspot.com