terça-feira, 20 de janeiro de 2009

CÂMARA BAHIANA DO LIVRO

Em tempos de crise, guerra e reforma nada mais natural do que enfrentar desafios. Assim fui convidado para compor, liderar presidindo uma entidade singular e essencial para o desenvolvimento da cultura e do conhecimento. A Câmara Bahiana do Livro. Aceitei depois de saber quem trabalharia comigo. Como vice-presidente, o quadrinhista Antonio Cedraz, já consagrado e reconhecidamente um grande artista baiano, criador da Turma do Xaxado. Os autores Aurélio Schommer, Maria do Carmo Salomão, Valdeck de Jesus, além de a forte parceria com a SEGlivros-distribuidora, todos esses formando a nova diretoria atuante.
Em reuniões decidimos trabalhar para que a Câmara Bahiana do Livro não fique de fora dos principais eventos literários. As Bienais: da Bahia (já praticamente fechada a participação) e a do Rio de Janeiro em setembro. Em parceria privada e particular deveremos organizar quatro feiras de livros por aqui. Duas na capital e duas no interior até o final do ano. Pegando carona nas feiras de livros surgiu inusitadamente a idéia de levar às prefeituras do estado títulos de autores baianos para negociação e adoção pelos governos municipais. A SEG-livros se encarregará de fazer a ponte entre prefeituras e autores cabendo para cada um, no caso de venda, a seguinte porcentagem: 20% para o distribuidor (SEG-livros), 30% Câmara Bahiana do Livro e 50% para o autor. Projeto já em ação, é só o autor baiano procurar a Câmara Bahiana do Livro ou mandar mensagem para os seguintes endereços cbal@terra.com.br ou c.vilarinho@yahoo.com.br .
Enfim gostaria de convidar o autor a participar. A Câmara é onde você terá vez e voz. Somos democráticos, queremos a presença do autor nas assembleias e nas reuniões de diretoria também. Venha associe-se.

Carlos Vilarinho
Presidente da Câmara Bahiana do Livro

5 comentários:

fred disse...

Parabéns ao Vilarinho, com os meus votos de sucesso.
Abraços

pereira disse...

Estávamos precisando da volta da Câmara trabalhando a favor do escritor baiano. Só não entendo o "h" na palavra "Bahiana".

Carlos Vilarinho disse...

Pereira, Gerana também me perguntou. Já encontrei assim, está registrada com esse H.

Carlos Vilarinho disse...

Bom, para uma breve explicação, o nome BAHIA está de acordo com a Língua de Portugal, a antiga. Dessa forma, e como a escritora e professora de Língua portuguesa Maria do Carmo Salomão me passou, o nome BAIANA, vem de Baía de Todos os Santos, para quem evidente é nascido em BAÍA. No entanto, ainda segundo a professora, BAHIANA é considerada uma variante. De qualquer forma, gostaria que os autores apoiassem a iniciativa, procurassem a Câmara Bahiana do Livro. Vamos conversar, levantar ideias, fazer valer a imaginação e criatividade nossa.
Muito obrigado a Gerana pelo espaço.
Abraço a todos.

valdeck2007 disse...

Sou o escritor e poeta Valdeck Almeida de Jesus, estou na direção de eventos e promoções da Câmara Bahiana do Livro - CBaL e espero realizar um bom trabalho em prol da cultura desse estado.

Fiquei feliz com a indicação do meu nome e farei de tudo para honrar este cargo.

Valdeck A. de Jesus
www.galinhapulando.com