quarta-feira, 4 de junho de 2008

QUANTA-COISA


Goulart Gomes



A Ciência é o novo Deus da Civilização
já não cremos na Filosofia
ignoramos a Religião
somos todos são-tomés
e toda a nossa fé
sustenta-se numa equação.
Não preciso que um físico
japonês ou alemão
acelere uma partícula
quebre o prótão e o neutrão
para me provar que existe
uma outra dimensão
pois quando contemplo as estrelas
(sóis perdidos na imensidão)
sons dos astros me preenchem
e aceleram meu coração:
a razão não prova nada
só aumenta a confusão.
Cercados de incertezas
manipulamos a Natureza
em busca de explicação:
se eu modifico o fato
nunca vou jogar os dados
Ele sabe o resultado,
velocidade e posição.
Pode a probabilidade
conviver com a exatidão?
Muitos Mestres já falaram
muitos mais repetirão:
São infinitas as moradas
escolha a sua mansão.




Retirado do site de Goulart Gomes: www.goulartgomes.com/. Há entrada nos meus "Favoritos". A foto é de Miguel Valle de Figueredo, retirada do Flickr.

Um comentário:

pereira disse...

É sempre bom lembrar que são "infinitas as moradas". Gostei do poema.